terça-feira, 10 de maio de 2011

Alunos de Cursos profissionalizantes do BH Cidadania Providência apresentam trabalho



Os alunos dos Cursos de Confeiteiro e Doceiro do Programa de Qualificação Profissional do BH Cidadania Providência, na região Norte, fizeram na última sexta-feira, dia 6, apresentação dos trabalhos e degustação das variadas comidas que aprenderam a fazer durante as aulas. Os cursos são ministrados com recursos do OP 2001/2002 e atendem mais de 80 pessoas da comunidade.

Mesa de salgados
Desde a última segunda-feira, dia 9, estão abertas matrículas. São 15 vagas para o curso de salgadeiro e 15 para o curso de confeiteiro. Para o curso de informática estão disponíveis 10 vagas. Para o curso de salgadeiro são necessários 50 dias letivos de aulas. Para os cursos de confeiteiro e informática são 45 dias letivos.

São 17 alunos nas aulas de confeiteiro, 11 nas de salgadeiro, oito nas de informática e 46 pessoas nas aulas de assistente administrativo, que é o mais procurado pela comunidade. Os trabalhos são coordenados por uma equipe de quatro professores, formada por dois técnicos administrativos, um estagiário e um agente de serviço. Todos os alunos são cadastrados no Núcleo Integrado de Apoio ao Trabalhador (NIAT), responsável por fazer o encaminhamento para as vagas de trabalho.

De acordo com Tarcísio Francisco, coordenador pedagógico do Centro de Qualificação Profissional Providência, o trabalho forma o cidadão. “O trabalho tem dois efeitos que se tornam benefícios. É uma questão de oportunidade e geração de renda e também a inclusão social que se dá através do trabalho. Isso é muito importante. A inserção do sujeito na sociedade e no mercado de trabalho com o sentimento de produtividade. O aluno sai daqui com este resultado e resposta da comunidade em que ele está inserido”, enfatizou.

Juliana Castro
Juliana Castro, aluna do curso de salgadeiro, afirma que a ação da PBH abre várias portas para ela. “Na maioria dos cursos que fazemos os professores nos ensinam certas dicas e neste o professor ensina todos os truques possíveis. Isso abre um leque de oportunidades de trabalho para todos que estão aqui. Somos capazes de fazer mais de cem tipos de salgados. Pedi demissão da área em que trabalhava para investir no setor alimentício. Graças a tudo o que apreendi aqui”, destacou.


Mesa de Doces

Para se inscrever nos cursos do CRAS Providência, os interessados devem ser maiores de 16 anos e ter concluído a sexta-série do Ensino Fundamental. É necessário apresentar Carteira de Identidade, comprovante de endereço e escolaridade. É importante ressaltar que as vagas são para pessoas atendidas por programas sociais da Prefeitura e os cursos são gratuitos.


Mais informações através do número 3277-7458









GALERIA DE FOTOS:
https://picasaweb.google.com/SarmuNorte/CURSOSPROFISSIONALIZANTESPROVIDENCIA?authkey=Gv1sRgCIm5zc73kYKLIg&feat=directlink


FONTE : Gerência Regional de Comunicação Social Norte(GERCOM-N)

Um comentário:

Cristiane disse...

A matéria é bem interessante, porém perde a credibilidade por nao destacar os profissionais que realizaram os cursos, principalmente o curso de salgados, que se destaca entre as fotos.
P.s: Gosto muito de blogs, inclusive tenho um, seria bom se voces divulgassem fotos com um fundo mais bonito. A mesa de salgados está linda, porém a lixeira no fundo poderia ter apagada com a ajuda do Photoshop. Fotos trabalhadas permitem maior interesse do leitor.

Atenciosamente,
Cristiane Wedel