quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Regional Norte realiza a 10ª Conferência Distrital de Saúde com o tema ‘Acesso, qualidade e Transparência na Atenção à Saúde’.


Prefeitura de Belo Horizonte por meio da Secretaria Regional Municipal Norte, juntamente com o Distrito Sanitário Norte (Rua Pastor Muryllo Cassete, nº 85, bairro São Bernardo), promoveu nos dias 8 e 9, deste mês, no CRAS Brasilina Maria de Oliveira (Via 240, nº347, bairro Novo Aarão Reis), a 10ª Conferência Distrital de Saúde Norte, com o tema Acesso, qualidade e transparência na atenção a Saúde.


Estiveram presentes no evento o Secretário Regional Norte Elson Alípio Junior, o Secretário Adjunto, Sergio Miranda, o Presidente do Conselho Distrital de Saúde Norte, Oswaldo Romualdo Filho, a Gerente Regional de Saúde, Marina Oliveira Braz, o 1º Secretário do Conselho Municipal de Saúde, Walace Xavier e a representante da Secretaria Municipal de Saúde, Denise Vianna Amador. Além das autoridades, participaram também os delegados eleitos nas Conferências locais de Saúde, os gestores, trabalhadores da área e usuários. 

A Gerente Regional de Saúde Norte, Marina Oliveira Braz explica que as Conferências Distritais têm como objetivo contribuir com a elaboração do Plano Municipal de Saúde para o quadriênio de 2014/2017 e serve como planejamento estratégico da gestão do SUS na cidade. “Desde o primeiro ano em que foi realizada a Conferência Municipal de Saúde, em 2009, a população tem participado de forma efetiva na construção do plano de Saúde da cidade, garantindo a transparência do processo”, afirma.


A Conferência acontece em três etapas; com as Conferências Locais, as Conferências Distritais e por fim a Conferência Municipal. Nas Conferências distritais são eleitos os delegados que representarão as nove regionais na 12ª Conferência Municipal de Saúde que será realizada nos dias 28, 29 e 30 de novembro, no Minascentro.

Marina ainda ressalta que as três etapas das Conferências mostram a importância da participação popular em nível local, garantindo assim, a participação de todos na construção das propostas a serem aprovadas no Plano Municipal de Saúde.

Durante a abertura da Conferencia, também foi realizado o ato solene de entrega da placa de Honraria do Conselho Honorário ao delegado e primeiro Conselheiro de Saúde da Regional Norte, Sebastião Ferreira Bastos. Seu Tião, como é conhecido no controle social, fundou, em 1990, o Conselho Distrital de Saúde Norte, onde atuou por 23 anos.

Na ocasião os presentes puderam assistir a palestra da Doutora em saúde pública e professora assosciada da Faculdade de Odontologia da UFMG, Simone Dutra Lucas, que falou sobre a razão da escolha do tema da Conferência Distrital, sobre a democracia no processo construção do sistema de saúde e os desafios do controle social.

Reforma Sanitária

A doutora em saúde faz um apanhado histórico e explica que todo o movimento da reforma Sanitária do Brasil foi inspirado na 1ª Conferência Internacional sobre os Cuidados de Saúde Primários, resultando na Declaração de Alma-Ata em 1978, antiga União Soviética.  A Declaração de Alma-Ata é uma carta de intenções sob a responsabilidade da Organização Mundial da Saúde (OMS) com o intuito de garantir a saúde como um direito humano fundamental e a alcançar a audaciosa meta de ‘Saúde Para Todos no Ano 2000’. “Foi a partir desta Conferência em 1978 que se recomendou ao mundo inteiro que organizassem a atenção primária, para que a população tivesse acesso a atenção primaria no ano 2000”, afirma.

Secretário Elson Alipio Júnior visita estande da GERCZO-N
Simone ainda pontua que, a partir da década de 1980,  os sanitaristas brasileiros se engajaram na organização e na estruturação de um novo sistema de saúde. “Não bastava aquela forma previdenciária que somente tinha acesso aos serviços públicos, os trabalhadores que tivessem carteira assinada, aos pobres, eram destinados apenas os serviços oferecidos pelas santas casas de misericórdia. O serviço público oferecia a população era somente a extração dentária, muitas vezes mutilando a quem recorresse a esse serviço,” diz.

Durante os dois dias da Conferência Distrital de Saúde, estiveram presentes mais de 300 pessoas, dentre delegados eleitos nas Conferências locais, gestores, trabalhadores e usuários. Foram mobilizados 19 Centros de Saúde juntamente com a equipe do Distrito Sanitário Norte. Ao final das discussões, os participantes apresentaram 110 propostas que serão levadas a Conferência Municipal de Saúde.


Estande da equipe GERCZO - Norte



FONTE : Gerência Regional de Comunicação Social Norte(GERCOM-N)

Nenhum comentário: