quarta-feira, 11 de junho de 2014

Sistema de videomonitoramento para a região Norte é discutido em Audiência Pública


Com o intuito de discutir a implantação do sistema de videomonitoramento na região Norte de Belo Horizonte, a Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor, da Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH), realizou ontem, dia 10, uma Audiência Pública Externa no Auditório da Secretaria de Administração Regional Municipal Norte (Rua Pastor Muryllo Cassete, nº 85, Bairro São Bernardo). 

A reunião proposta pelo vereador Dr. Nilton, contou com a presença do Secretário Regional Norte, Elson Alípio Junior, do Tenente Antunes, representando o comandante do 13º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais, o Tenente-Coronel José Carlos Felício, do vereador Silvinho Rezende e do presidente do conselho comunitário de segurança pública, órgão ligado às associações de bairro da região de atuação do 13º Batalhão da PMMG, Arnaldo Fernandes Ferreira. 

Na ocasião o Secretário Regional falou sobre a importância da discussão da segurança pública com a comunidade, em específico, a comunidade Norte. “É muito importante trazer uma audiência pública para se discutir essas questões. Nós precisamos ouvir e, ouvir a comunidade, a Prefeitura pode e deve cooperar com o estado para garantir a segurança da população”, disse. 

Elson ainda ressaltou o crescimento do Vetor Norte. “A região Norte está em expansão, vemos que uma nova centralidade foi criada, Avenidas como Waldomiro Lobo, Saramenha, Maria Amélia Maia, General Olímpio Mourão Filho, Gastão Demétrio Maia, Av General Carlos Guedes e Rua Furquim Werneck, configuram regiões de grande volume de comércio e com recursos que são movimentados diariamente, e isso é muito significativo. São para lugares como esses que precisamos buscar soluções conjuntas que viabilizem um ambiente de segurança para comerciantes, moradores e quem acessa o comércio da região”, afirmou o Secretário. 

Participaram da reunião cerca de 100 pessoas entre representantes de associações de bairro, comerciantes e moradores da região Norte. Os presentes puderam se informar sobre o projeto de instalação das câmeras de videomonitoramento do Programa Olho Vivo. 

De acordo com o representante do 13º Batalhão da PMMG, o programa Olho Vivo prevê a implantação de 32 câmeras de videomonitoramento nas Avenidas Dr. Cristiano Guimarães, Dom Pedro I, próximo ao Hospital Risoleta Tolentino Neves, na Avenida Cristiano Machado, na General Olímpio Mourão Filho, Waldomiro Lobo e na Avenida Saramenha. Ele ainda ressaltou que os critérios para escolha dos locais onde serão instaladas as câmeras são: estatística criminal, locais próximos a centros comerciais, grandes logradouros e áreas de risco. “A partir de agosto vamos iniciar as instalações e já no final deste ano o sistema de videomonitoramente da região Norte estará funcionando”, afirmou. 

Antunes explicou que o alcance de cada câmera é de 200 metros com alta precisão, e elas devem ser instaladas com distância máxima de 300 metros. “A metodologia de instalação das câmeras é linear e deve seguir uma lógica para o acompanhamento”, disse. 

Conforme o tenente o sistema de videomonitoramento também age de forma preventiva, identificando situações suspeitas e coibindo as ações criminosa onde há presença da câmera. Antunes ainda apresentou dados sobre a redução criminal nos locais onde foram instalados as câmeras do Olho Vivo. “Nos batalhões aonde foram instalados os sistema de videomonitoramento houve uma redução criminal de 30%”, concluiu.


FONTE : Gerência Regional de Comunicação Social Norte(GERCOM-N)

Nenhum comentário: